Um pedido para Babi Maués

A Babi Maués é uma Luluzinha feminista, mulher querida e lutadora. No dia 29 de dezembro seu companheiro, Marcos, sofreu um grave acidente em Alter do Chão no Pará, após mergulhar em um rio. Marcos passou por cirurgia na coluna cervical em Santarém e no momento não corre mais risco de vida. Porém, está paraplégico e sem seguro de saúde precisa muito de ajuda para custear seu tratamento e remoção para São Paulo, onde moram num apartamento de três andares sem escadas.
Em meio a esta situação complicada, emerge a solidariedade. A gente pode ajudar em dinheirinhos (quanto puderem, sempre). Domingo haverá feijoada (convites esgotados) e, em breve, outros eventos para ajudar a nossa dupla dinâmica. Vamos nos unir à campanha. Espalhe, escreva, convoque. A nossa rainha já contou pros seus leitores.

Presente de Natal para o Diapositivo, um blog sensacional

O post de hoje foi escrito há tempos, parte do Desafio 21 Dias: escrever um post como presente de Natal. Luluzinha que é Luluzinha – participa do grupo e dos encontros – com certeza conhece a Gabi Butcher. Mas nem sempre o seu blog.

No Diapositivo, a Gabi tem duas colunas fixas muito bacanas: a 4ª ao meio – publicada toda quarta-feira (duh) e a Duplex, onde ela dá dicas de lugares bacanas. Foi assim que conheci o Tumblr À Gerência, um dos meus preferidos.

Gabi é mais que FotoRecado – uma ideia genial e muito bacana. Ela é fotografia de gastronomia em detalhe, com dicas e resultados de dar água na boca.

Além dos dois posts que acabei de linkar, os meus preferidos:

Corte de Cebola Brunoise – imagens sensacionais, com detalhes técnicos que ajudam a produzir boas fotos.

Os posts de sopas – deusa! O que foi isso? Eu passei um mês fazendo sopa depois das fotos da Gabi (com receitas de Letícia).

A Gabi acha que não sabe escrever. Ela sabe sim – e suas fotos são tudo de bom. Como são o seu melhor, seus posts contam as histórias em imagens com leveza e graça.

Dois exemplos rápidos: o segundo Rolê Garfo & Foco (se você mora em S. Paulo, fique de olho nesta história), é uma delícia; e a prévia do Festival Carne Moída. Duas histórias que ficam muito melhores com as imagens dela. E, sim, os textos da Gabi valem a pena.

Gabi (Andrew e Rebecca): Feliz Natal, queridos. Que vocês passem uma noite mais que feliz e iluminada.

Fechou 2011! Que venha 2012

Todas, LuluzinhaCamp (by @lufreitas)

Hoje, 17 de dezembro de 2011, rolou um encontro (pequenino) aqui em São Paulo. Último do ano. Papo solto, intimista, flutuante… Ah, vá, não preciso explicar, quem já conversou com um grupo de amigas sabe muito bem do que estou falando.

O bacana é que num LuluzinhaCamp não rola só um encontro de amigas. Mesmo sem pauta, o bate-papo foi animado. Começou numa conversa íntima entre quem chegou primeiro e o assunto se expandiu e incluiu quem foi chegando.
Em cartaz, nossos blogs, mídia social, uso de rede, os celulares – havia de um tudo na mesa, das diversas versões com Android ao iPhone, sem esquecer o HTC Ultimate fazendo ótimas demonstrações do Windows Phone.

Sim, todo mundo saiu com presentinho! Sim, a gente riu, conversou, deu mais risadas.

Com isso, encerramos os encontros ao vivo em 2011. Então ficam os votos: entrem em 2012 com os pés direitos na frente, muitos objetivos para conquistar e corações prontinhos para muitas aventuras.

Enquanto isso a farra continua em todos os nossos canais, de acordo com as nossas vontades, possibilidades – e a exaustão típica desta época.

Bem vinda

– Oi, meu nome é Marina, sou publicitária, palhaça e moro na Suécia.

– Bem vinda, bem vinda, bem vinda, bem vinda. Seja bem vinda!

Vocês conhecem muito bem esse tipo de reação na lista e hoje o diálogo por aqui é com o próprio LuluzinhaCamp. Eu não me lembro de ter feito uma apresentação, talvez por ter sido muito no começo da lista e a maioria já se conhecia de outros camps da vida. Ou porque talvez a lista ainda não tivesse adquirido essa dinâmica que eu nunca havia visto funcionar.

Participo de algumas listas, umas morreram, outras se transformaram, outras são totalmente nonsense e outras são apenas classificados de qualquer coisa. Mas o que me chama a atenção no Luluzinha é a questão do respeito. Sim, é óbvio que temos briguinhas. É óbvio que temos desavenças e opiniões contrárias. É óbvio porque somos humanas. Estou longe de achar que o Luluzinha é um grupo de santas. O que eu acho bonito nisso é que existe um respeito – que eu adoraria entender de onde vem exatamente – que não deixa desgastar o ego de ninguém.

Primeiro eu achei que o motivo era porque éramos mulheres. Só que, assim que cheguei à Suécia, procurei o “Luluzinha” daqui. Mandei email pra lista, fiz o processo todo que elas pediam, cheguei a conversar inclusive com a moderadora (que estuda com meu namorado, não é uma pessoa tão longe assim). Quatro meses se passaram e eu nunca consegui entrar na lista. Eu sei que a discussão nesse caso é mais longa e que existem outras variáveis, como lista abandonada, lista cheia, xenofobia ou descaso das moderadoras. Mas fico com a conclusão de que não basta ser um grupo de mulheres.

Não descobri ainda a fórmula perfeita. Talvez seja mulheres + Brasil + moderadoras elegantes + paciência + seres humanos cheios de hormônios e neurônios. Ou talvez não tenha nada a ver com isso e só seja explicado pelas duas palavrinhas muito faladas na lista: “bem vinda”.

O que rolou no #LuluzinhaCampRJ 8

Olá Lulus!

Neste último sábado, aqui no Rio, rolou o oitavo #LuluzinhaCampRJ!

Rolou lá no @beesoffice, que nos ofereceu um espaço maravilhoso, com e wireless e  muitas tomadas para ligar os notes e nets das meninas!

Em 2011 começamos a tradição do fotorecado, iniciado no LuluzinhaCamp nacional pela @gabibutcher!

Nesta edição, quem fotografou foi a @melsalvi! Obrigada, Mel!

a queridíssima @anaerthal e seu foto recado

Começamos com um bate papo sobre comunicação integrada, com a @renata_lino, que explicou como grandes empresas dividem suas campanhas entre duas ou mais agências, que por sua vez precisam acertar os ponteiros para fazer uma campanha coesa nas suas respectivas mídias.

A @cfsardinha do Tecnologia Outonal, tirou várias dúvidas sobre diversos temas de tecnologia.

@masesignbijoux, @cfsardinha, @bia_maravilha

Em seguida, @anaerthal lançou um questionamento importante sobre a importância de orientarmos principalmente os jovens sobre como utilizar as redes sociais. A partir deste questionamento, @missmoura também se juntou ao debate. O papo rendeu bastante e conversamos desde o uso das redes para alimentar egos e preencher vazios e dos perigos da superexposição até a monetização de contas que deram certo nas redes.

Tivemos também a @harpias, que falou sobre como a sua conta pessoal, cheia de ironia e sarcasmo, se tornou um personagem fictício e conquistou milhares de seguidores.

A @bia_maravilha falou sobre o seu trabalho como SEO de conteúdo e esclareceu diversos pontos sobre busca e cuidados relacionados a conteúdo. O assunto movimentou as blogueiras, que aprenderam a aproveitar e cuidar melhor do conteúdo de seus blogs!

Ao final, @anaclaudiabessa e @deniserangel deixaram um questionamento para o próximo #luluzinhaCampRJ:

– O que mudou em sua rotina em relação ao consumo consciente?

@anaclaudiabessa e @deniserangel - O que mudou em sua rotina em relação ao consumo consciente?

Gostaríamos de agradecer às queridas @s que estiveram presentes para movimentar o espaço de debate do #LuluzinhaCampRJ 8.

Obrigada também ao @beesoffice, Espaço de Coworking por nos ceder o espaço, à @fingrsbrasil for enviar um kit mara para sorteio e à @madesignbijoux, que além de ceder 3 peças para sorteio, levou pães de mel deliciosos para todas as Lulus!

pães de mel delicinha da @madesignbijoux

Um beijo enorme às Lulus que estavam lá, debaixo de chuva e com o trânsito caótico de uma tarde de sábado com o aterro fechado.

E às Lulus que não puderam comparecer, um forte abraço e aguardamos vocês em 2012!

Que venha o #LuluzinhaCampRJ 9!! o/

 

Mostre seu amor

Temos selinhos para o seu site ou blog.
Pegue o seu.

Outubro Rosa

Outubro Rosa 2014

Blogroll

Page 30 of 86« First...1020...2829303132...405060...Last »